A oficina de dança “Estudos para o Corpo Contemporâneo” será oferecida gratuitamente no Centro Cultural

Categoria: Geral | Publicado: quarta-feira, junho 28, 2017 as 20:03 | Voltar

Campo Grande (MS) – A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), por meio de sua Difusão Cultural informa que inscrições foram encerradas para a oficina de dança gratuita “Estudos para o Corpo Contemporâneo”, direcionada para pessoas com experiência em trabalho corporal de 18 a 40 anos que será ministrada pelo professor e bailarino João Paulo Gross de 11 a 15 de julho, de terça a sexta das 18 às 22 horas e no sábado das 14 às 18 horas no Centro Cultural José Octávio Guizzo (CCJOG).

A oficina visa oferecer um olhar sobre a relação entre corpo e suas aplicações espaciais, contextualizando-o numa abordagem técnica, noções de peso, eixo, impulso e fluxo. Este olhar conjuga três pontos, a saber: um investimento no trabalho de chão, a relação do corpo no espaço junto aos princípios da consciência do movimento e a experimentação das qualidades dinâmicas do movimento trazendo à tona a percepção das sensações para a preparação cênica e física. Utilizando o trabalho de conscientização do movimento, proporciona ao bailarino uma maior percepção das estruturas óssea e muscular, bem como o funcionamento das articulações - elementos fundamentais para a consciência do movimento. Como resultado, e guiado pelo movimento, o aluno apropria de seu território, o corpo, reconhecendo-o dentro de um saber próprio, investigando dança contemporânea.

João Paulo Gross atualmente mora em Goiânia é coreógrafo, bailarino, professor de movimento e Membro do Conselho Internacional de Dança - CID. Bacharel em Dança pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, formado pela Escola Angel Vianna (curso técnico em Dança Contemporânea), Professor Lincenciado Fletcher Pilates® e atualmente cursa a formação avançada em Pilates pela Physio Pilates® - Polestar Education. Trabalhou com os coreógrafos Marisa Martín (Grupo Ribalta/RJ), Duda Maia (Trupe do Passo/RJ), Márcia Rubin/RJ, Regina Miranda/RJ, Rui Moreira/MG e Henrique Rodovalho/GO. Foi bailarino e pesquisador de movimento da Staccato/Paulo Caldas (2004-2009) dançando os espetáculos: Filme, Fragmento para Coreografismos 2, Quinteto e Pas Deux. Ministrou aulas de dança contemporânea no Centro de Movimento Deborah Colker/RJ/2006, trabalhou como professor substituto de Técnica Corporal, Roteiros e Improvisações, Contatos e Apoios, Estágio Coreográfico (roteiro, montagem, interpretação) no Bacharelado em Dança/ UFRJ/2007/2008, atuou como professor de dança contemporânea para o Grupo Quasar Jovem/ Goiânia/2011/2012 além de ministrar oficinas em diversos festivais e mostras no Brasil. Coreografou os espetáculos: O.P.N.I. (objeto poético não identificado)/2006, Tudo Continua Sempre (contemplado com o Prêmio Klauss Vianna)/2007, Natureza Morta/2009 que ganhou a Mostra Novíssimas Pesquisas Cênicas 2009, do CEAE – Centro de Estudo Artístico Experimental – Sesc Tijuca – Sob a coordenação de Ana Kfouri, Fica Comigo/2014 para a Quasar Jovem, O Crivo/2015 (contemplado com o Fundo de Cultura do Estado de Goiás/2014 e aprovado na Lei Municipal da Prefeitura de Goiânia/2014 com o projeto de montagem), Sobre a Pele/2015 para o Grupo de Dança Das Los. Desde 2010, integrou a Quasar Cia de Dança/GO como bailarino e professor de dança contemporânea da companhia. Recentemente coreografou o espetáculo Terreiro/2016, para o Primeiro Ato Grupo de Dança atuante em Belo Horizonte/MG sobre a direção geral e artística de Suely Machado. Atualmente ministra aulas, workshops de dança, e dirige suas pesquisas e trabalhos coreográficos junto com o artista Daniel Calvet.

 Serviço – Os interessados deverão encaminhar e-mail para centrocultural.jog@gmail.com contendo as seguintes informações: Nome completo, RG, CPF, idade, endereço e celular. A oficina terá certificado e as vagas são limitadas, os nomes dos inscritos serão veiculados no site www.centrocultural.ms.gov.br. O CCJOG fica localizado na rua 26 de agosto, 453 – centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3317-1795.

Foto: Layza Vasconcelos

Publicado por: jgribeiro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.